sábado, 14 de janeiro de 2012

PRÉMIO INTERNACIONAL DE COMPOSIÇÃO

 O jovem compositor português Nuno Figueiredo, professor do Conservatório Regional de Coimbra, foi o único compositor distinguido no I concurso de composição “Caravelas” (Lisboa) com uma menção honrosa.

O professor de classe de conjunto do Conservatório Regional de Coimbra destaca-se novamente como um dos mais promissores portugueses da nova geração com uma Menção Honrosa em mais um concurso de composição.

A obra “ Zoey, Duas Imagens Poéticas ” para sexteto e soprano será interpretada dia 11 de fevereiro de 2012 no último concerto do Congresso “A Língua Portuguesa em Música” na Escola Superior de Música de Lisboa.

Inserido no Núcleo de Estudos da História da Música Luso-Brasileira, órgão do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), e a Escola Superior de Música de Lisboa (ESML), foi promovido a criação de um Concurso de Composição no âmbito do Congresso “A Língua Portuguesa em Música”. como objectivo premiar obras de jovens compositores lusófonos, assim como compositores oriundos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, sendo a obra “Zoey, Duas Imagens Poéticas” a única obra a ser distinguida.

Um dos prémios é a publicação comercial da partitura pela editora AVA - Musical Editions, edição que será apresentada publicamente no dia do concerto dos laureados.

O seu trabalho na criação de obras didáticas tem recebido elogiosas criticas. O professor Nuno Figueiredo tem desenvolvido no Conservatório Regional de Coimbra enumeras obras de carácter didático e multifacetado destinado a ensambles heterogéneos com vista a construir repertório que sirva para os mais diversos formatos instrumentais flexíveis, desde alunos em graus de iniciação até ao nível profissional.


Biografia
Nuno Figueiredo de 29 anos de idade, iniciou os seus estudos musicais na Filarmónica de Santa Comba Dão, de onde é natural, com o professor Artur Gouveia. Entre 1998 e 2003 dedicou-se ao estudo de trompete no Conservatório Calouste Gulbenkian, em Aveiro. Participou em diversos seminários de composição e improvisação e trabalhou em orquestra de sopro com vários maestros.
Terminou a licenciatura em composição com 19 valores sob a orientação do professor catedrático João Pedro Oliveira.

É professor no Conservatório Regional de Coimbra e na Banda Amizade, onde desenvolve um reportório novo e específico para orquestras juvenis.
Entre o seu vasto repertório, foi laureado com o prémio Melhor Música Electroacústica Portuguesa no X Concurso de Música Electroacústica promovido peloMisoEnsemble, com a obra “Theelectronicsoundsofthebirds” (2009).

Foi finalista no II Concurso de Composição da Casa da Música, com a obra “Klankenuit” (2009).

Vencedor do 5º concurso Internacional de Composição da Povoa do Varzim com um concerto para clarinete e orquestra, “Ocaso” (2010).

Recebeu uma menção honrosa no I concurso de Composição Caravelas com uma obra para sexteto e soprano “ Zoey, Duas Imagens Poéticas”.

Actualmente encontra se a finalizar o mestrado na Universidade de Aveiro, sob a orientação de JoanRiera.

As suas obras têm sido tocadas em Portugal, França, Mónaco e Brasil.
Enviar um comentário