domingo, 13 de dezembro de 2009

Projecto Gutenberg


A biblioteca digital internacional Projecto Gutenberg disponibiliza já cerca de 375 e-books em língua portuguesa, incluindo obras de Eça de Queirós, Cesário Verde ou Camilo Castelo Branco, mas sofre de falta de voluntários. Deste total, fazem ainda parte "algumas traduções de obras de autores estrangeiros, como Dostoiévski ou Júlio Verne", contou a coordenadora da vertente de língua portuguesa da iniciativa Voluntariado Literário (http://pagina-a-pagina.blogspot.com), à qual se deve a inclusão de livros em português no Projecto Gutenberg.


Com 255 voluntários para a língua portuguesa, "entre portugueses, brasileiros e imigrantes lusos na Holanda, Luxemburgo ou França", a média de revisores activos por mês tem sido, porém, de apenas 24 ao longo do ano, segundo Rita Farinha, o que se revela insuficiente para alcançar o objectivo de 2009: "rever 60 mil páginas".

Na terça-feira, a lista de livros em língua portuguesa com mais downloads era liderada por Noções elementares de archeologia, de Joaquim Silva (descarregado 63 vezes), enquanto A Cidade e as Serras, de Eça de Queirós, e Os Lusíadas, de Luís de Camões, ocupavam a nona e a décima terceira posições, respectivamente. Na mesma data, haviam sido realizados 458 downloads de e-books em português e 104 443 downloads totais, ou seja, incidindo sobre o acervo global do Projecto Gutenberg, que tem mais de 30 mil livros electrónicos.

dn
Enviar um comentário