terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Vladimir Kush - surrealismo e ilusão



O Surrealismo sempre foi uma tendência controversa na história da pintura. Tanto é venerada pelo seu aspecto fantástico e temática delirante, que agrada facilmente, convenhamos, como faz erguer uma legião de detractores. Estes últimos apontam-lhe sobretudo a falta de subtileza e racionalidade, relegados para segundo plano pelos efeitos espectaculares. Para o bem ou para o mal, a pintura surrealista parece estar de volta pela mão do artista russo Vladimir Kush que, na linha directa de Bosch, Magritte ou Dali, cria imagens paradoxais e fantásticas de aspecto minucioso e realista.


Enviar um comentário